quinta-feira, 13 de abril de 2017

PÁSCOA

A palavra Páscoa vem do hebraico, Pessach que, significa “passagem”. Os antigos hebreus foram os primeiros a comemorar a Páscoa. Para eles, historicamente, ela celebra a libertação do povo hebreu da escravidão do Egito. Livres, passaram a formar um povo com uma religião monoteísta. É com o sentido de libertação que, até hoje, os judeus celebram esta festa.
 Os cristãos também a comemoram. No entanto, sua origem é diferente no cristianismo apesar de ele ter se originado numa Páscoa judaica. Nela, celebra-se a ressurreição de Jesus Cristo que, segundo a Bíblia, ocorreu três dias depois da crucificação, durante a Páscoa judaica. É a principal festa do ano litúrgico cristão e, provavelmente, uma das mais antigas, pois surgiu no início do cristianismo. Jesus o Cordeiro de Deus, que com seu Sangue derramado na cruz libertou a humanidade das consequências de seus pecados, e pela Eucaristia se fez alimento espiritual para o povo cristão, neste peregrinar de volta ao Pai.
Ainda que todos os domingos do ano sejam destinados, pelas igrejas cristãs no mundo à celebração da ressurreição de Cristo (o que na igreja católica é feito através da celebração da eucaristia, nas missas), no domingo de Páscoa esse acontecimento ganha um destaque festivo especial.
“Com o passar dos anos foram adquiridos alguns símbolos que representassem também esta data, dentre eles os ovos de chocolates e consequentemente variados produtos confeccionados com chocolates. Hoje percebe-se que devido à grande influência do mercado de consumo a páscoa para muitas pessoas passou a ser ligada mais ao recebimento de chocolates. Existem muitas técnicas de Marketing com intuito de atrair as pessoas a consumirem chocolates onde o seu principal foco encontra-se nas crianças.”
Por: Marcelly Gomes
(Voluntária Projeto Antonia)

Texto com adaptações construído com a Colaboração de Miriam Panighel Carvalho
Retirado do site: http://www.paralerepensar.com.br/pascoa_informacao.htm

quinta-feira, 6 de abril de 2017

DIA MUNDIAL DO COMBATE AO CÂNCER

Nessa data de sensibilização para combate ao câncer, nos deparamos com uma realidade assustadora em geral, e para as mulheres é ainda mais alarmante, pois a estimativa dos índices de mulheres com câncer é superior ao dos homens; segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA) a estimativa para 2016/2017, no Brasil, foi de:

“Entre os homens, são esperados 295.200 novos casos, e entre as mulheres, 300.870”.  (Grifo nosso)

Os índices apresentados pelo INCA e as estimativas, tem o propósito de alertar para a prevenção, a exemplo do câncer de pele, tem maior incidência entre homens e mulheres.
É importante saber os tipos de câncer já identificados as e as formas de prevenção, pois com as informações e orientações necessárias é possível participar da luta contra o câncer.
O INCA também apontou a estimativa de câncer com maior incidência entre as Mulheres:

“Entre as mulheres, as maiores incidências serão de cânceres de mama (57.960), cólon e reto (17.620), colo do útero (16.340), pulmão (10.860), estômago (7.600), corpo do útero (6.950), ovário (6.150), glândula tireoide (5.870) e linfoma não-Hodgkin (5.030)’.


Tipos
Formas de Prevenção:
Câncer de Mama 22% dos casos
Consultas regulares ao médico, autoexame;
Câncer de Pele 25% dos casos
Evitar a exposição ao sol nos horários críticos, entre 10h e 16h.
Câncer de Pulmão (90% dos casos ligados ao uso de tabaco)
Evitar o fumo, pois fumar pode causar vários tipos de câncer, principalmente em órgãos do aparelho respiratório.
Câncer no colo do útero (um tumor que se desenvolve a partir de alterações das células do colo do útero, que se localiza no fundo da vagina. Essas alterações são chamadas de lesões precursoras e são totalmente curáveis na maioria das vezes)

O exame Papanicolau feito regularmente previne o câncer do colo do útero. Manter consultas e exames regularmente.
Câncer de Boca (Tem entre os sintomas lesões no interior da boca ou lábios que não cicatrizam por mais de 15 dias)
A maior parte dos pacientes com câncer de boca é fumante
Câncer de Estômago

O pico de incidência se dá em sua maioria em homens, por volta dos 70 anos. Cerca de 65% dos pacientes diagnosticados têm mais de 50 anos.
Comer vegetais crus, frutas cítricas e alimentos ricos em fibras, desde a infância, é fundamental para prevenir o câncer de estômago.
Câncer de cólon e reto (intestino grosso)
Grande parte desses tumores se inicia a partir de lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso.
Dieta rica em vegetais e laticínios e pobre em gordura previne o câncer colo retal.

Hereditariedade e outros fatores de risco para o câncer
Preservação do meio ambiente, pois as mudanças provocadas no meio ambiente pelo próprio homem e o estilo de vida podem determinar o surgimento de diferentes tipos de câncer. É


Adotar hábitos saudáveis é uma forma de prevenir várias doenças não somente o câncer, previna-se contra as doenças sexualmente transmissíveis usando preservativo, uma dessas doenças está associada ao vírus HPV ligado ao câncer no útero.

A tendência da sociedade foi substituir a alimentação saudável, por produtos industrializados, carregados de conservantes; até mesmo o hábito de beber água, que ajuda a limpar o organismo das toxinas, não deve ser substituído pela ingestão de refringentes e sucos industrializados que contém um alto teor de açúcar. Ou ainda as bebidas alcoólicas que devem ser evitadas ao máximo.

A exposição ao sol em horário impróprio (10h as 16h) é um fator que deve ser observado, pois o câncer de pele é o de maior incidência entre homens e mulheres, conforme INCA. Cuidados que devem ser observados: usar protetor solar, chapéu, óculos de sol com proteção contra raios ultravioleta, etc.

Outro aliado nessa luta é o exercício físico, que seja uma caminhada, descer 1 ou 2 pontos antes de seu itinerário, andar com cachorro, passeio no parque, praça, subir e descer escada, ou outros. Converse com o médico e encontre a melhor forma de ser exercitar, o importante é não ser sedentário.

O cigarro tem sido um dos maiores vilões nesse enfrentamento, por ser uma droga legalmente comercializada, prejudicial tanto ao fumante, como ao fumante passivo. Muitas são as propagandas negativas, até mesmo nas embalagens comercializadas, sobre as doenças que podem causar, entre elas o câncer, e ainda assim o número de fumante é extenso, visto que, o parar de fumar é uma decisão pessoal, e é preciso querer, muitas vezes só o querer não é suficiente é necessário buscar ajuda de profissionais.

Prevenir ainda é o melhor remédio. Porque “prevenir” é se antecipar, tomar os cuidados necessários para que algo indesejável não aconteça.

                  

Por: Maria José Silva
(Educadora Social - Projeto Antonia)

Fontes de pesquisa:

http://www.oncomedbh.com.br/site/?menu=Informa%E7%F5es&submenu=Fique%20por%20dentro&i=31&pagina=08%20de%20abril:%20DIA%20MUNDIAL%20DO%20COMBATE%20AO%20C%C2NCER
http://www.inca.gov.br/wcm/quiz/quiz.asp?Q=1&U=425274&C=437416&P=7
















sexta-feira, 10 de março de 2017

Dia Internacional da Mulher

O Projeto Antonia, junto com movimentos sociais e grupos manifestantes, por ocasião do dia 08 de março - Dia Internacional da Mulher, participou da manifestação organizada pela Marcha Mundial das mulheres que se concentrou na Praça da Sé - centro de São Paulo. 

O tema da manifestação foi: "Contra a Reforma da Previdência! O 8 de março é dia de luta!". 


Mulheres e homens comprometidos com a luta em defesa dos direitos das mulheres, manifestaram sua indignação com a atual conjuntura política de nosso país e protestaram contra os retrocessos com relação aos direitos sociais até aqui adquiridos. 

O Projeto Antonia segue na luta por justiça social e em defesa dos Direitos das mulheres, principalmente às que estão em contexto de prostituição. Ao refletir com uma das atendidas na Unidade Antonia sobre a importância do ser mulher, a mesma relata: "Mulher para mim é Poder Desfrutar da independência”. M. Silva


Que possamos usufruir de nossa independência cidadã e não nos calar diante das injustiças e retrocessos de nossa sociedade.   




“Eu quero é crescer, melhorar para poder ajudar as outras mulheres". M. G.







quarta-feira, 8 de março de 2017

8 de março: Dia de relembrar as lutas e celebrar as conquistas

8 de março é uma data que nos faz entrar em sintonia com a história de mulheres que no passado entregaram suas vidas para defender e garantir nossos direitos que ainda hoje lutamos para assegurar e ampliar. 

Esta nossa luta por melhores condições de vida e trabalho começou a partir do século XIX. As jornadas de trabalho de 15 horas e a discriminação de gênero eram alguns pontos que foram debatidos e questionados pelas mulheres da época.

O dia de hoje, nos convida a demonstrar nossa força, como mulheres engajadas na contínua defesa dos nossos direitos, justiça e equidade, buscando fortalecer nosso protagonismo, união e solidariedade. 



Projeto Antonia - Na luta pela garantia dos Direitos das Mulheres.

Nós do Projeto Antonia, também estamos na luta por justiça e defesa dos direitos das mulheres, principalmente das mulheres que estão em contexto de prostituição. Junto com as atendidas vamos fazendo um caminho de garantia de acesso a Políticas Sociais. Com isto vamos contribuindo para minimizar as consequências da violação dos seus direitos e a desconstrução do estigma e preconceito. 


Desejamos a todas as mulheres, força e coragem 
para impedir os retrocessos dos direitos conquistados!





Referência: https://www.calendarr.com/brasil/dia-da-mulher/


    

sexta-feira, 3 de março de 2017

Dia Internacional das Mulheres

Os Projetos do Instituto das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor - Brasil, Uruguay, Argentina e Angola, seguem em luta pela garantia dos direitos das mulheres, por igualdade e justiça.

Em homenagem ao dia 8 de março - Dia Internacional das Mulheres, as mulheres que frequentam os projetos Oblata estão enviando mensagens.

Acompanhe pelo Facebook - www.facebook.com/irmas.oblatas













sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

DIA MUNDIAL DA JUSTIÇA SOCIAL

 Oitenta por cento da população mundial carece 
de acesso à proteção social adequada. As mulheres são especialmente vulneráveis. O estabelecimento de um nível mínimo de proteção social tem um objetivo claro: ninguém deveria viver com um rendimento abaixo de um determinado nível e todas as pessoas deveriam ter acesso a serviços públicos essenciais como a água, o saneamento, a saúde e a educação. (Ban Ki-moon, 2011).


Em Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, seus membros, no dia 26 de novembro de 2007, declararam o dia 20 de fevereiro como o dia Mundial da Justiça social, se comprometeram a promover ações nessa data para:

- Aumentar os esforços para erradicação da pobreza;
- Ampliar oportunidade de emprego e garantir condições dignas de trabalho;
- Igualdade de gênero;
- Acesso ao bem-estar social;
- Justiça para todos.

                   Na realidade a necessidade de se ter um dia para chamar a atenção para a justiça social, foi na verdade a falta dela, porque o que se percebeu foi uma grande injustiça social. Partindo da desigualdade pela má distribuição de renda, da discriminação, falta de oportunidade igualitária, na deficiência de sistema em ofertar serviços públicos de qualidade para todos, tais como: saúde, educação, moradia, saneamento, cultura; e combate ao preconceito e discriminação para a aplicação da justiça. 
                   Há quem diga que a justiça é cega, fazendo uma alusão à figura da Justiça que é representada por uma balança suspensa por uma pessoa com os olhos vendados, transmitindo o equilíbrio da igualdade, que julga a todos indiscriminadamente.
                        A Justiça Social amplia a visão, para que possamos abrir os olhos e enxergar as pessoas que estão vivendo as margens do sistema, e buscar a igualdade e garantia de direitos, na luta por políticas públicas que consigam atender as necessidades daqueles que estão em situação de vulnerabilidade e risco, evidenciados pela divisão de classes.
                   Sendo assim, o dia 20 de fevereiro é para enfrentamento mundial da questão social, ligadas à pobreza, exclusão e o desemprego.



Por: Maria José Silva 

Educadora Social – Projeto Antonia


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Dia Mundial do Câncer

O Dia Mundial do Câncer, comemorado em 4 de fevereiro, une a população mundial pelo controle do câncer. A data foi instituída em 2005 pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) e tem como principal objetivo fazer com que o maior número de pessoas ao redor do Planeta fale sobre a doença.
A campanha 2016-2018 pretende mostrar como todos – em grupo ou individualmente – podem fazer a sua parte para reduzir o câncer. Por isso, o tema escolhido foi: “Nós podemos. Eu posso”. Assim como o câncer afeta cada um de diferentes formas, todas as pessoas têm o poder de tomar diversas atitudes para reduzir o impacto do câncer nos indivíduos, nas famílias e nas comunidades.
No Brasil, a iniciativa é protagonizada pelo INCA, instituição parceira da UICC. 
Atualmente, 8,2 milhões de pessoas morrem por ano de câncer no mundo. Entre os homens, são esperados 295.200 novos casos, e entre as mulheres, 300.870.  O tipo de câncer mais incidente em ambos os sexos será o de pele não melanoma (175.760 casos novos a cada ano).   


Nós podemos. Eu posso!

Escolher um estilo de vida saudável
Todos podem tomar medidas para reduzir o risco de câncer ao escolher opções saudáveis, como não fumar, praticar atividades físicas, consumir alimentos e bebidas saudáveis e reduzir a exposição à radiação ultravioleta do sol.
Manter o peso adequado
Estar acima do peso aumenta as chances de desenvolver câncer. Por isso, é importante controlar o peso por meio de uma boa alimentação e manter-se ativo. Cerca de um terço de todos os casos de câncer podem ser evitados com alimentação saudável, manutenção de peso corporal adequado e atividades físicas.
Ter uma alimentação saudável
A alimentação deve ser variada, equilibrada, saborosa, respeitar a cultura e proporcionar prazer e saúde. Frutas, legumes, verduras, cereais integrais e feijões são os principais alimentos protetores. Comer esses alimentos diariamente pode evitar o desenvolvimento de câncer.
Praticar atividade física
A atividade física consiste na iniciativa de se movimentar, de acordo com a rotina de cada um. Você pode, por exemplo, caminhar, dançar, trocar o elevador pelas escadas, levar o cachorro para passear, cuidar da casa ou do jardim.
Evitar a exposição solar das 10h às 16h
Caso não seja possível não se expor ao sol, use chapéu, guarda-sol, óculos escuros, camisa de mangas longas e filtro solar durante qualquer atividade ao ar livre. Procure áreas de sombra, que podem ser desde árvores até edificações, como marquises. Áreas de sombra reduzem em até 50% a intensidade das radiações UV.
Criar ambientes saudáveis
Escolas e locais de trabalho têm papéis importantes na prevenção do câncer. Ambos podem promover uma cultura de saúde ao oferecer refeições nutritivas e tempo para lazer e atividade física. Empregadores podem oferecer espaços com sombra para evitar a exposição solar de seus funcionários.

Retirado do site: